Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Frente pela Vida e CNS entregam Manifesto em Defesa da Vida, do SUS e da Democracia à CPI da Covid-19
Início do conteúdo da página

Frente pela Vida e CNS entregam Manifesto em Defesa da Vida, do SUS e da Democracia à CPI da Covid-19

  • Publicado: Sexta, 06 de Agosto de 2021, 15h19
imagem sem descrição.

Documento foi recebido pelos senadores Omar Aziz, Humberto Costa, Randolfe Rodrigues,  Renan Calheiros e Alessandro Vieira

O presidente do Conselho Nacional de Saúde (CNS), Fernando Pigatto e representantes do Frente pela Vida estiveram nesta quinta (05/8) no Senado Federal, onde entregaram aos integrantes da cúpula da CPI da Covid-19 o Manifesto em Defesa da Vida, do SUS e da Democracia. A entrega fez parte das atividades pelo Dia Nacional da Saúde.

O documento, entregue aos senadores Omar Aziz, Humberto Costa, Randolfe Rodrigues, Renan Calheiros e Alessandro Vieira, denuncia que a pandemia de covid-19 ainda não está controlada, apesar da tendência de queda geral no número de casos e de óbitos pela doença.

Além de Pigatto, também participam da entrega do manifesto os representantes da Frente pela Vida, Paulo Henrique Scrivano Garrido, do Sindicato Nacional da Fiocruz, Heleno Rodrigues Correa Filho, coordenador do Centro Brasileiro de Estudos em Saúde (Cebes) e Laila Salmen Espíndola,  da Sociedade Brasileira de Pesquisa Científica.

“Estamos entregando o Manifesto, que também é de apoio à CPI. Esse manifesto foi lançado no 1º semestre do ano passado. Fizemos plano nacional de enfrentamento à pandemia. Agora no dia Nacional da Saúde estamos atualizando o manifesto em Defesa da Vida, do SUS e da Democracia e viemos lhe entregar o documento”, afirmou Pigatto.

cpi

O relator da CPI, senador Renan Calheiros, agradeceu o apoio do aos trabalhos da comissão. “Esse apoio do Conselho Nacional de Saúde é muito importante para a CPI”, afirmou.

O senador Humberto Costa destacou a importância de haver uma defesa consistente do Sistema Único de Saúde (SUS). “Mais do que uma comemoração é um evento de luta, especialmente pelo que estamos vivendo no mundo hoje, particularmente no nosso País. Vou fazer um registro da nossa reunião de hoje na CPI do recebimento do Manifesto e reafirmar o nosso compromisso com o SUS, que efetivamente cumpra todos os princípios definidos pela Constituição de ser universal, gratuito, integral e que o Brasil cumpra a responsabilidade que a saúde seja direito de todos. E que isso seja feito com gestão adequada, moderna e profissional”.

A posição foi corroborada pelos demais integrantes da CPI. Para o senador Alessandro Vieira, a defesa do SUS precisa ser uma obrigação de todos. “A defesa da Saúde é uma obrigação que todos temos. O Senado está cumprindo a pauta histórica. Parabéns pelo trabalho. Vamos juntos defender a saúde pública brasileira”.

Leia o Manifesto em defesa da Vida, do SUS e da Democracia

Saiba mais sobre a Frente pela Vida 

Assista

Ascom

registrado em:
Fim do conteúdo da página