Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > CNS apoia médica que registrou abalo mental como causa de morte de reitor

17 CNS

Início do conteúdo da página

CNS apoia médica que registrou abalo mental como causa de morte de reitor

  • Publicado: Sexta, 15 de Dezembro de 2017, 06h45

O plenário do Conselho Nacional de Saúde (CNS) aprovou, na última reunião ordinária do colegiado, realizada dias 7 e 8 de dezembro, moção de reconhecimentoà médica Edna Maria Niero. A profissional tipificou o suicídio do reitor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Luiz Carlos Cancellier de Olivo, decorrente dos constantes abalos à saúde mental vivenciada pelo reitor no ambiente de trabalho.

A solidariedade e apoio do CNS se deu pelo ato ético e coerente da médica ao registrar no Sistema Nacional de Agravos de Notificação (SNAN), do Ministério da Saúde, a causa do suicídio. A morte foi registrada como fruto de assédio, humilhação e constrangimento moral, relacionados ao trabalho. O ato aconteceu em 2 de outubro, em Florianópolis.

A tipificação da causa mortis foi dada como acidente do trabalho em decorrência de forte abalo emocional, resultante de “assédio moral insuportável”. A médica trouxe ao conhecimento público que abalo emocional está incluído na lista de doenças de notificação compulsória do MS e que agora integra as estatísticas epidemiológicas de morte do trabalhador.

Procure ajuda:

Se você precisa de acolhimento, pode ligar gratuitamente para os números 141 ou 188, do Centro de Valorização da Vida. O atendimento é 24h e conta com profissionais capacitados, sem qualquer tipo de julgamento ou preconceito, para acolher pessoas em situação de vulnerabilidade psicológica.

Foto: ClicRBS

Ascom CNS

registrado em:
Fim do conteúdo da página