Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Conselho Presente chega ao Tocantins com ações em defesa do SUS

17 CNS

Início do conteúdo da página

Conselho Presente chega ao Tocantins com ações em defesa do SUS

  • Publicado: Sexta, 15 de Dezembro de 2017, 06h47

O Conselho Estadual de Saúde do Tocantins (CES/TO) recebe nesta sexta-feira (15/12), em Araguaína, o Projeto Conselho Presente, criado pelo Conselho Nacional de Saúde (CNS) e desenvolvido em parceria com a Universidade Federal de Goiás (UFG). A iniciativa que tem o objetivo de fortalecer o Sistema Único de Saúde (SUS), aproximando o conselho nacional dos conselhos estaduais e municipais, com troca de experiências sobre o funcionamento, dificuldades e avanços do controle social e de políticas de saúde no país.

O Conselho Presente vem percorrendo todos os estados brasileiros, e deve alcançar, até 2018, um público de cerca de 3,5 mil conselheiros de saúde e 1,5 mil representantes da sociedade civil, parlamentares e academia. Nesta semana, o projeto está sendo realizado no estado do Tocantins. Na quinta (14/12), a ação aconteceu em Palmas, com a presença de 41 representantes dos municípios de Cristalândia, Damolândia, Palmas, Natividade, Porto Alegre, Carmolândia, Miracema do Norte, Araguaína, Natividade, Barrolândia, Bernardo Sayão, Monte Santo e Arraias.

O conselheiro nacional de saúde, Giovani Kley Silva Trindade, da Associação Nacional de Pós-Graduandos (Anpg), participou do evento em Palmas. Segundo ele, ali estava acontecendo em uma articulação entre as três esferas de conselhos, somando esforços com as universidades, os movimentos Sociais e o parlamento local. “Os conselheiros sentem a necessidade de formação para que possam ampliar nos municípios a mobilização e efetivar a fiscalização, o monitoramento, como também organizar a comunicação entre eles”, disse.

Em matéria publicada pela Secretaria de Saúde de Tocantins, o conselheiro, representante do Sintras, e coordenador da Comissão de Educação Permanente, do Conselho Estadual de Saúde, Neirton Joseé de Almeida, destacou que “essa oficina é um chamamento da sociedade em geral para que todos cumpram seus deveres, executivo, legislativo, academias de saúde. Precisamos convencer a sociedade e gestores que precisamos investir na prevenção”.

Para o presidente do Conselho Estadual de Saúde de Tocantins, Mário Benício, o projeto  é uma forma de trazer a sociedade para dentro dos conselhos, uma troca de experiência. “Convidamos os 139 municípios para vir e buscar experiências e que levem para seus municípios, a fim de contribuir. Nosso assunto principal é controle social, participando junto na defesa do SUS”.

O secretário de Estado da Saúde, Marcos Musafir, reiterou que o Governo do Estado do Tocantins apoia e reconhece o papel importante dos conselhos na construção de políticas públicas. “A visão crítica que vocês trazem tem o objetivo que temos, um SUS melhor, mais digno em benefício da população. O conselho tem o poder de aumentar os investimentos na saúde”.

O Secretário Municipal de Saúde de Palmas, Nésio Fernandes, destacou a necessidade de efetiva atuação do controle social. “É fundamental a participação da sociedade mobilizada em defesa do SUS e da saúde pública de qualidade com financiamento público”.

Com informações da Secretaria de Saúde do Estado do Tocantins

Ascom CNS

registrado em:
Fim do conteúdo da página