Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > CNS reúne conselhos estaduais de saúde para definir estratégias de implementação do relatório da 16ª Conferência
Início do conteúdo da página
Notícias

CNS reúne conselhos estaduais de saúde para definir estratégias de implementação do relatório da 16ª Conferência

A reunião também tratou sobre a atualização da Resolução do CNS nº 453/2012, referente à composição, organização e funcionamento dos conselhos estaduais

  • Publicado: Quarta, 06 de Novembro de 2019, 16h08
  • Última atualização em Quarta, 06 de Novembro de 2019, 16h08
imagem sem descrição.

O Conselho Nacional de Saúde (CNS) realizou nesta quarta (06/11) a Reunião Conjunta da Mesa Diretora do Conselho Nacional de Saúde (CNS) com representantes de diferentes conselhos estaduais de saúde. O encontro aconteceu na sede da Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro, com o objetivo de definir estratégias e ações que contribuam com a implementação e o monitoramento das diretrizes e propostas aprovadas na 16ª Conferência Nacional de Saúde (8ª+8).

A 16ª Conferência foi realizada em Brasília, de 4 a 7 de agosto, após um amplo processo participativo em todo o país, envolvendo cerca de um milhão de pessoas. O relatório do evento, que apresenta diretrizes e propostas para o aprimoramento do Sistema Único de Saúde (SUS), será lançado amanhã, também na sede da Fiocruz, durante a 323ª Reunião Ordinária do CNS.

Funcionamento dos conselhos estaduais

A reunião também tratou sobre a necessidade de atualização da Resolução do CNS nº 453/2012, referente à composição, organização e funcionamento dos conselhos estaduais. Na ocasião, foi realizado, por parte do CNS, um processo de escuta às bases diante dos desafios que os conselhos de saúde vivem no contexto político atual, que vem fragilizando o controle social brasileiro.

“Estamos tratando de temas onde há diferentes visões, formas diversas de enxergarmos as realidades e suas contradições. Somos um espaço de articulação para encontrarmos acordos e encaminhamentos. O que não conseguirmos fechar aqui, vamos seguir debatendo e trocando ideias para construção do nosso processo de luta ampliada. Construímos na 16ª um documento democrático que resume o que nos une: a defesa do SUS”, disse Fernando Pigatto, presidente do CNS.

Ascom CNS

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página