Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias - Informes > Representantes do CNS e CNDH vão entregar manifesto no STF contra arbitrariedades do governo, ataques à Saúde Mental e em apoio a Alexandre Padilha

banner sintomas coronavirus 1banner sintomas coronavirus 2banner sintomas coronavirus 3 
peticaoCNS v2

Início do conteúdo da página

Representantes do CNS e CNDH vão entregar manifesto no STF contra arbitrariedades do governo, ataques à Saúde Mental e em apoio a Alexandre Padilha

Publicado: Quarta, 09 de Dezembro de 2020, 17h03 | Última atualização em Quinta, 10 de Dezembro de 2020, 09h35

Nesta quinta (10/12), representantes do Conselho Nacional de Saúde (CNS) e do Conselho Nacional de Direitos Humanos (CNDH) vão ao Supremo Tribunal Federal (STF) e ao Conselho Federal de Medicina (CFM), em Brasília, entregar às autoridades que representam os órgãos o manifesto “Pela democracia, pelo cuidado em liberdade e pela defesa de direitos”.

O documento reforça a liberdade de expressão e manifestação em apoio à luta antimanicomial mobilizada pelo médico, deputado federal e ex-ministro da Saúde, Alexandre Padilha, que vem sofrendo represálias por sua atuação.

Padilha está sofrendo perseguição e tentativas de censura por parte de conselheiros do Cremesp após fala crítica, em 2019, em referência às mudanças na Política Nacional de Saúde Mental, sugeridas pelo governo, que estimulam internações em hospitais psiquiátricos isolados, compra de aparelhos de equipamentos de eletrochoque para eletroconvulsoterapia e abstinência como método terapêutico.

Para saber mais sobre o manifesto, clique aqui

Ascom CNS

registrado em:
Fim do conteúdo da página