Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > CNS capacita Conselho Estadual do RN para uso do Sistema de Acompanhamento dos Conselhos de Saúde
Início do conteúdo da página

CNS capacita Conselho Estadual do RN para uso do Sistema de Acompanhamento dos Conselhos de Saúde

  • Publicado: Segunda, 21 de Junho de 2021, 10h25
Foto: Revista Exame
Foto: Revista Exame

O debate virtual ocorreu no dia 18 de junho e está disponível no youtube da Escola de Saúde Pública do RN

O Conselho Nacional de Saúde (CNS) foi convidado pelo Conselho Estadual de Saúde do Rio Grande do Norte (CES/RN) para debater sobre o Sistema de Acompanhamento dos Conselhos de Saúde (Siacs), plataforma de responsabilidade do CNS fundamental para a Rede Conselhos. A apresentação foi feita pela secretária executiva Ana Carolina Dantas, e pelo consultor técnico que acompanha os trabalhos com a plataforma, Willian Barreto. O debate virtual ocorreu no dia 18 de junho e está disponível no youtube da Escola de Saúde Pública do RN.

O convite surgiu com o objetivo de conhecer as viabilidades da ferramenta de comunicação e informação para contribuir com a efetividade do Controle Social. Os representantes do CNS expuseram a necessidade de que todos os conselhos municipais existentes no estado realizem seu cadastro. Dessa forma, será possível consolidar um retrato detalhado dos conselhos de Saúde, mostrando a composição dos colegiados e o cumprimento de normas legais relacionadas ao Sistema Único de Saúde (SUS).

siacs De acordo com Ana Carolina Dantas, unificar as informações é necessário para cumprir as normas regimentais e legais. “Precisamos otimizar as informações dos Conselhos de Saúde no Brasil. Os dados inseridos no sistema contribuem com as informações dos 5.570 municípios. Assim poderemos observar as normas legais como o cumprimento da paridade na composição dos colegiados”, disse. 

Ela explicou que é preciso respeitar o Acórdão nº 1.660/2011, do Tribunal de Contas da União (TCU), que define que só é possível repasse de recursos aos estados e municípios cujo os colegiados participativos tenham 50% de usuários, 25% de trabalhadores e  25% de gestores e prestadores de serviço em Saúde, assegurando a paridade, além de outras normas.

siacs2

Segundo Willian Barreto, o cadastro pode ser feito via e-mail institucional do conselho para que haja continuidade, mesmo que os membros do conselho mudem. “Essas informações podem ser usadas no futuro por pesquisadores. Os estados podem ter um panorama do que ocorre no seu estado, identificar lacunas e o que pode ser melhorado”, explicou.

Faça seu cadastro no Siacs

Assista o debate na íntegra

Ascom CNS

registrado em:
Fim do conteúdo da página