Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Ocupação preta: CNS realiza ciclo de debates sobre Equidade e Saúde durante mês de novembro
Início do conteúdo da página

Ocupação preta: CNS realiza ciclo de debates sobre Equidade e Saúde durante mês de novembro

  • Publicado: Terça, 03 de Novembro de 2020, 17h00
imagem sem descrição.

Em alusão ao 20 de novembro, Dia da Consciência Negra, CNS traz o tema para o centro das discussões com objetivo de enfrentar as vulnerabilidades que seguem afetando a vida da população negra

 

Novembro é considerado no Brasil como o Mês da Consciência Negra devido ao 20 de novembro, data de alusão à morte de Zumbi dos Palmares, uma das principais lideranças brasileiras na resistência à escravidão. Nesse sentido, o Conselho Nacional de Saúde (CNS) inicia nesta quarta (5/11), às 16h, um ciclo virtual de debates intitulado de “Ocupação Preta: Rodas Virtuais sobre Equidade e Saúde”, trazendo uma série de especialistas negros e negras para debaterem as principais pautas que ainda vulnerabilizam o maior segmento populacional no Brasil no quesito raça/etnia. O evento será transmitido no Facebook e Youtube do CNS.

 

Entendendo Saúde como conceito ampliado, ligado à qualidade de vida, a primeira live traz como tema “Saúde e Direito ao Território: Juventude Negra e Direito à Cidade”. Participam Bruna dos Anjos, representante da Associação Brasileira dos Terapeutas Ocupacionais (Abrato); Jarda Araújo, do Coletivo de Juventude Negra Cara Preta; Pedro Lucas Juvino, mobilizador de juventude do Crato (CE) no Projeto Nova Vida; e Vanessa Dias, da Rede Articulada de Juventudes (Reaju).

 

1280x720

 

As lives contarão com apresentações artísticas e vão trabalhar também os temas: Povos Originários, Povos Tradicionais e Meio Ambiente (19/11);  Saúde e Participação Política (26/11); Racismo, Desigualdades Sociais e as Repercussões (3/12). As ações são uma iniciativa da Comissão Intersetorial de Políticas de Promoção da Equidade (Cippe), comissão do CNS que acompanha a política de promoção da equidade em saúde, compreendendo a saúde das populações Negra; Lésbica, Gay, Bissexual, Travesti e Transexual (LGBT); em Situação de Rua; do Campo, das Águas e Florestas; e dos Povos e Comunidades Tradicionais. 

 

PROGRAMAÇÃO

 

5/11 (QUARTA) – 16h

 

  • Abertura: Fernando Pigatto (presidente do CNS); Jupiara Castro (Coordenadora-adjunta do Cippe); Marisa Helena Alves (Coordenadora da Comissão Intersetorial de Saúde Mental – Cism)
  • Roda de Conversa: Saúde e Direito ao Território – Juventude Negra e Direito à Cidade.
  • Apresentação Cultural: José Vanilson Torres (Conselheiro nacional de saúde representante do Movimento Nacional de População em Situação de Rua (MNPR); Slam das Mina (SP)

 

19/11 (QUINTA) – 16h

 

  • Roda de Conversa: Povos Originários, Povos Tradições e Meio Ambiente (Comissão Intersetorial de Saúde Indígena (Cisi); Associação Internacional Maylê Sara Kalí (AMSK) 

 

26/11 (QUINTA) – 16h

 

  • Roda de Conversa: Saúde e Participação Política (Coletivo Enegrecer; Educafro; Nova Frente Negra Brasileira)

 

3/12 (QUINTA)

 

  • Roda de Conversa: Racismo, Desigualdades Sociais e as Repercussões (Emiliano de Camargo David – Abrasco; Altamira Simões – coordenadora da Cippe) 

 

Mais informações

 

O quê: Saúde e Direito ao Território: Juventude Negra e Direito à Cidade

 

Quando: 5 de novembro às 16h

 

Onde: Facebook e Youtube do CNS

 

 

 

Foto: Brasil de Fato (BA)

 

Ascom CNS

registrado em:
Fim do conteúdo da página