Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Corpos (R)Existentes: Ciclo de seminários promoverá reflexões sobre pessoas com deficiências
Início do conteúdo da página

Corpos (R)Existentes: Ciclo de seminários promoverá reflexões sobre pessoas com deficiências

  • Publicado: Segunda, 16 de Agosto de 2021, 11h38
imagem sem descrição.

O Conselho Nacional de Saúde (CNS) realizará, a partir de quarta-feira (18/08), às 16h, um ciclo virtual de debates sobre Pessoas com Deficiência (PcD), intitulado Corpos (R)Existentes. A ideia é promover reflexões críticas para que a deficiência seja entendida como marcador social e contribuir para o enfrentamento de discriminações em razão da deficiência. Os eventos serão transmitidos pelo Facebook e Youtube.

Os encontros são organizados pela Comissão Intersetorial de Atenção à Saúde das Pessoas com Deficiência (Ciaspd) do CNS. Reunirão especialistas (com e sem deficiência) para desmistificar o conceito de deficiência, relacionado muitas vezes somente à questão física e biológica, além de discutirem as barreiras de acesso, preconceito e necessidade de se garantir ampla proteção social para estas pessoas.

“Nós, pessoas com deficiência, representamos quase 24% da população. Mesmo com esse número expressivo, nossos corpos geralmente não ocupam espaços de decisão e construções de políticas públicas. Muitas vezes, a deficiência segue resumida como uma questão biológica, individual, quando na verdade é resultado de um contexto político, econômico e social”, afirma a conselheira nacional de saúde pela Amigos Múltiplos pela Esclerose (AME), Vitória Bernardes, integrante da Ciaspd.

Para a conselheira nacional de saúde Priscilla Viégas, que coordena a Ciaspd e representa a Associação Brasileira dos Terapeutas Ocupacionais (Abrato) no CNS, é preciso aproximar a temática da deficiência aos conselheiros e conselheiras da saúde.

“É preciso pensarmos em estratégias de transversalização da pauta da pessoa com deficiência e as considerarmos em todos os documentos produzidos pelo CNS. Olharmos as especificidades, porque a deficiência é mais um dos marcadores sociais que temos, além de classe, gênero e raça”, avalia.

Todos os encontros virtuais do ciclo Corpos (R)Existentes terão interpretação em Libras e estarão abertos para participação e interação do público, exceto a última atividade que será fechada, promovida para os integrantes das comissões intersetoriais do CNS e conselheiros estaduais e municipais de saúde.  

PROGRAMAÇÃO

18 DE AGOSTO, ÀS 16H

Lançamento: O que é deficiência?

Convidadas e convidados:  

Rita Louzeiro, presidenta da Associação Brasileira para Ação por Direitos das Pessoas Autistas (Abraça) 

Lailah Vilela, auditoria fiscal do trabalho 

Heleno R. Correa Filho, diretor executivo do Centro Brasileiro de Estudos de Saúde (Cebes) 

Naum Mesquita, coordenador geral de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência da Secretaria Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência – Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos

Mediação: 

Priscilla Viégas, conselheira nacional de saúde pela Associação Brasileira de Terapeutas Ocupacionais (Abrato)  

Vitória Bernardes, conselheira nacional de saúde pela Amigos Múltiplos pela Esclerose (AME)  

Ao vivo no Youtube e face

WhatsApp Image 2021 08 13 at 10.42.36 300x300

25 DE AGOSTO, ÀS 16H

Roda de conversa: Capacitismo e impactos na saúde de Pessoas com Deficiência

Conceito de capacitismo; Impactos da falta da categoria deficiência nos sistemas de informação SUS; Pandemia e ausência da categoria deficiência nas notificações de casos de Covid-19; Falta de acessibilidade em informações sobre vacinas e protocolos de atendimento para pessoas com deficiência.

Convidada e convidados: 

Diego Ferreira, pesquisador da Universidade de Brasília (UnB)

Anahí Mello, pesquisadora da Anis – Instituto de Bioética

Marco Antônio Gavério, doutorando PPG-Sociologia UFSCar e coordenador do Comitê de Deficiência e Acessibilidade da Associação Nacional de Pós-Graduação das Ciências Sociais (Anpocs)

Mediação: 

Vitória Bernardes, conselheira nacional de saúde pela Amigos Múltiplos pela Esclerose (AME)

02 DE SETEMBRO, ÀS 16H

Roda de conversa: Deficiência e sua relação com raça, classe e gênero

Negação de direitos fundamentais; Impactos no diagnóstico e acesso a tratamentos/reabilitação; Violências racistas e violência de gênero.

08 DE SETEMBRO, ÀS 16H

Seminário fechado: Deficiência e o controle social

Integrantes de todas as comissões do CNS, representantes dos conselhos estaduais e municipais de saúde e das Secretarias Estaduais da PcD se reúnem para discutir sobre os desafios da participação social.

 Ascom CNS

registrado em:
Fim do conteúdo da página