Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias - Informes > NOTA DE FALECIMENTO: CNS lamenta morte do indígena Lúcio Flores, assessor da Sesai

banner sintomas coronavirus 1banner sintomas coronavirus 2banner sintomas coronavirus 3 
peticaoCNS v2

Início do conteúdo da página

NOTA DE FALECIMENTO: CNS lamenta morte do indígena Lúcio Flores, assessor da Sesai

Publicado: Quinta, 14 de Janeiro de 2021, 19h33 | Última atualização em Quinta, 14 de Janeiro de 2021, 19h33
imagem sem descrição.

O Conselho Nacional de Saúde (CNS) lamenta a morte do indígena Lúcio Flores, da etnia Terena, no domingo (10/1). Lúcio atuava como assessor de controle social da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), do Ministério da Saúde.

Nossa solidariedade aos familiares e amigos que tiveram a honra de conviver com ele, que se sempre se dedicou incansavelmente à defesa das causas indígenas.

O líder indígena nasceu na Aldeia Jaguapiru, na Reserva Indígena Federal de Dourados, em Mato Grosso do Sul. Teve um papel destacado na elaboração e discussão da Política Nacional de Gestão Ambiental e Territorial em Terras Indígenas (PNGATI) e militou na Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (COIAB).

Lúcio também sempre ajudou na interlocução da Sesai com os povos indígenas e, no âmbito do Conselho Nacional de Saúde (CNS), teve importante contribuição com agenda descentralizada da Comissão Intersetorial de Saúde Indígena (CISI).

Que seu exemplo e a sua determinação fortaleçam sempre a luta em prol da vida e da saúde dos povos indígenas.

registrado em:
Fim do conteúdo da página